Apelo Externo: Animal Desaparecido Anúncio 53814

Como impedir que o cão coma demasiado depressa (e evitar torção de estômago)

Quarta, 21 de Setembro 2016

Há cães que são especialmente vorazes no que diz respeito à comida: não mastigam e limpam a gamela em menos de 1 minuto.

Impedir que o cão coma demasiado depressa não é apenas obrigar o cão a saborear a comida. Existem perigos associados a comer muito rápido, cujo risco pode ser diminuído se conseguir por o cão a comer mais lentamente.

Torção de estômago

Ao comer demasiado rápido os cães ingerem ar para além de comida. A concentração de ar no estômago dos animais pode ser perigosa e potencialmente fatal. É por isso um dos principais perigos nos cães de porte médio e grande. O estômago cheio de ar pode rodar sobre si mesmo e cortar a passagem de comida ou ar nas duas direcções. É uma emergência veterinária que pode ser fatal em poucas horas.

Regurgitação

Ao ingerir muita comida demasiado rápido pode irritar o estômago que envia tudo de volta em poucos minutos. A regurgitação é diferente do vómito. A comida é expelida sem grande esforço e vem ainda inteira, sem grandes vestígios de ter sido processada no estômago.

Asfixia

Um cão que come demasiado depressa engasga-se facilmente e pode até asfixiar se o cão não conseguir expelir o bocado de comida para o local correcto através da tosse.

Problemas dentários

Um das vantagens da ração é que ajuda na limpeza dos dentes ao ser mastigada. Se o cão engole a comida sem a mastigar, a placa dentária vai-se acumulando.

Dividir as refeições

Cães que comem muito depressa, sobretudo os de porte médio a grande, não devem comer apenas uma vez por dia. Divida a quantidade diária por pelo menos duas refeições (uma de manhã e outra à noite). Assim, mesmo que o cão coma depressa, vai ingerir menos comida e menos ar e o estômago não recebe tanta quantidade de uma só vez.

Esconder a comida em locais diferentes

Torne a altura das refeições estimulante para o cão, escondendo a comida em locais diferentes para que ele tenha de a encontrar através do faro. Ao separar o granulado vai obrigar o cão a fazer intervalos.

Utilizar brinquedos

Existem produtos no mercado que em que se coloca parte da ração e o cão tem de brincar para que o granulado vá saindo. São produtos do tipo kong e semelhantes.

Reduza o nível de ansiedade

Os cães ficam muito excitados na altura da refeição. Não aumente esse entusiasmo falando da comida e atiçando o cão. Simplesmente sirva a comida sem fazer grande alarido.

Alimente o cão numa divisão sozinho. A competição com outros cães pela comida é um dos principais motivos que leva os cães a comerem demasiado rápido.

Granulado grandes

O granulado das rações comerciais tem vários tamanhos. Quanto maior cada grão maior é a necessidade de o mastigar antes de engolir.

Gamelas de comida específicas

Existem gamelas para a ração pensadas especificamente para obrigar o cão a comer mais devagar.

Apresentamos alguns exemplos:

Green Interactive Feeder

Buster Dog Maze

Brake-Fast Dog

DogPause Dog Bowl

Healthy Diet Slow-Eating Anti-Gulping Pet Food Bowl

Aikiou Interactive Dog Bowl

Se quiser, pode optar por alternativas mais baratas para incentivar o seu cão a comer mais devagar.

Tabuleiro para queques

Utilize o vulgar tabuleiro para queques ou muffins e encha-os com comida. A distribuição do granulado vai obrigar o cão a comer mais devagar.

Bola

Existem bolas à venda especificamente para serem colocadas na gamela da ração, mas pode utilizar outra bola qualquer desde que seja fácil de limpar.

Pode também utilizar uma pedra que seja suficientemente grande para o cão não ingerir.

Originalmente publicado na Arca de Noé: Fonte
Algumas imagens poderão conter direitos de autor, indicados na fonte.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *