Cuidar da sua ave

Cuidar da sua aveA tarefa mais importante no tratamento da sua ave é observar atentamente o seu comportamento. Observe cuidadosamente como ela se alimenta, como dorme, como comunica com as restantes aves ou humanos e até mesmo como brinca ou descansa. Deste modo, para além do próprio prazer que advém da observação da sua ave de estimação, pode antecipadamente detectar o surgimento de uma doença e actuar rapidamente.A higiene

A limpeza da gaiola é uma das tarefas mais importantes para proporcionar uma boa qualidade de vida à sua ave. No que toca a instrumentos, irá precisar de: espátula, escova, escovilhão (para os bebedouros), esponja, luvas de borracha, detergente e desinfectante.

Para além da limpeza diária do fundo da gaiola (substituição do papel de jornal por exemplo), deverá uma vez por semana efectuar uma limpeza de fundo a toda a gaiola, desde à armação aos recipientes. Para tal, providencie uma gaiola temporária para onde deverá transferir a sua ave. Depois lave e desinfecte os tabuleiros, o bebedouro e a própria gaiola. No final passe tudo por água limpa e fresca para evitar que fiquem resíduos dos detergentes (certifique-se também que estes não contêm elementos nocivos para as aves).

Pegar na ave

Pegar numa ave é uma tarefa que na iniciação pode parecer um tanto ou quanto complicada. Ao longo do tempo, com a experiência esta tornar-se-á numa trivialidade. Para pegar numa ave pequena, espere que ela pouse, baixa a mão sobre ela e envolva as asas com a palma colocando o pescoço entre os seus dedos. Deste modo a ave sentir-se-á mais aconchegada resistindo menos à situação e diminuindo o risco de provocar lesões.

Em aves de maior porte como papagaios, recomendamos que se use sempre as duas mãos e que estas estejam sempre protegidas com luvas grossas. Se ela tentar dar bicadas é porque se sente apertada. Neste caso bastará aliviar um pouco a pressão das duas mãos para que a ave se acalme. Neste caos mantenha sempre a calma para que não perca o controlo da situação e no limite deixe a sua ave fugir.

Comunicar com a sua ave

Para que os seus primeiros contactos directos com a sua ave sejam um sucesso, deixe-a durante alguns dias habituar-se ao novo meio ambiente. Depois, calma e tranquilamente aproxime pequenos bocados de comida através das grades. Naturalmente que no início ela irá rejeitar e até mesmo fugir. Tenha paciência e seja persistente sem nunca forçar a relação.

O próximo passo é meter a mão da gaiola. Mais uma vez deve usar de toda a calma e paciência. Tente aos poucos fazer algumas festinhas no pescoço. Este exercício é bastante importante pois permite-lhe mais tarde pegar na ave com muito maior facilidade. Quando a ave se sentir segura pode mesmo empoleirar-se nos seus dedos.

Em algumas aves, como os papagaios por exemplo, poderá mesmo tirá-las da gaiola e passear. Claro que este exercício deve ser feito em locais totalmente fechados. Lembre-se que, por muito bem que a ave se sinta na gaiola, à primeira oportunidade fará jus ao carácter livre e independente!
Faça estes exercícios com a máxima regularidade possível, de preferência todos os dias.

Originalmente publicado na Arca de Noé: Fonte
Algumas imagens poderão conter direitos de autor, indicados na fonte.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *