Lipidose Hepática #1 caracteriza-se por ser uma patologia onde há uma acumulaçã…

Lipidose Hepática #1

caracteriza-se por ser uma patologia onde há uma acumulação de triglicerídeos ao nível das células hepáticas (hepatócitos), levando a uma disfunção no funcionamento deste mesmo órgão. Se não tratada esta patologia pode levar a uma desregulação progressiva com consequências para a vida do animal, podendo em alguns casos ser mortal. A sua origem é secundária a outras patologias ou simplesmente ao facto do animal não comer. Afeta essencialmente gatos adultos de meia idade e raramente cães.

Sinais Clínicos

O animal com lipidose hepática caracteriza-se pela presença de um quadro clínico no qual se pode observar:

– Perda de apetite e perda de peso

– Icterícia

– Letargia, fraqueza progressiva

– Vómitos, diarreia e obstipação

– Ptialismo

– Flexão ventral do pescoço

– Outros sinais provenientes da causa primária.

Como potenciais factores de risco temos animais obesos, com anorexia, balanço negativo de azoto, rápida perda de peso ou défice em Vitamina B12.

Diagnóstico

O diagnóstico de lipidose hepática é feito por uma combinação de vários testes de diagnóstico que permitem, além de identificar a lipidose, descobrir a causa primária a ela associada.

Equipa com profissionalismo, cuidado e Amor 💙

Veja também no Facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *