cat-383918

Cuidado do gato: Requisitos essenciais

Embora o seu gato possa parecer independente, ele precisa de si para lhe fornecer comida, água, abrigo seguro, cuidados veterinários, companheirismo, e muito mais. Cuide desses dez mandamentos essenciais aos cuidados de um gato, e terá uma relação gratificante com o seu amigo felino:

  • Fornecer ao seu gato uma coleira com uma chapa com identificação que inclui o seu nome, endereço e número de telefone. Não importa o quão cuidadoso você é, o seu gato pode-se perder ou ferir-se, se tiver acesso à rua. Uma chapa/etiqueta de identificação aumenta muito a hipótese do seu gato ser devolvido a casa com segurança;
  • Mantenha a caixa de areia limpa e coberta até o nível pretendido. Isso é bom para si e para o seu gato;
  • Mantenha o seu gato dentro de casa durante a noite. Mantendo o seu gato confinado com segurança à noite é melhor para si, para o seu animal de estimação e para a comunidade. Alguns donos têm de manter seu gato confinado em todos os momentos;
  • Leve o seu gato ao veterinário para check-ups regulares. Se você não tiver um veterinário, pergunte ao seu abrigo animal local ou procure nas páginas amarelas.
  • Desparasite o seu gato contra pulgas, carraças e insectos. As desparasitações são fáceis de aplicar, mas se sentir que não sabe fazê-lo, peça ajuda ao seu médico veterinário.;
  • Esterilize o seu animal de estimação. Isto irá mantê-lo saudável, menos inclinado para ir à rua e irá reduzir o problema de muitos gatos;
  • Escove o seu gato regularmente, para manter a sua pelagem saudável, macia e brilhante. Embora seja especialmente importante escovar os gatos de pêlo comprido, para evitar que estes criem nós, mesmo os gatos de pêlo curto precisam ser escovados para remover o pelo solto tanto quanto possível. Quando os gatos se limpam, ingerem uma grande quantidade de pêlo, que muitas vezes cria bolas de pêlo. Isto também significa menos pêlo nas suas almofadas.
  • Dê ao seu gato uma dieta nutricionalmente equilibrada, incluindo o acesso constante a água potável. Se tiver dúvidas peça aconselhamento ao seu médico veterinário sobre a alimentação e quantidade mais adequada para o seu animal de estimação;
  • Treinar seu gato para abster-se de comportamentos indesejáveis, tais como arranhar móveis e saltar sobre mesas e bancadas. Os gatos podem ser treinados com um pouco de paciência, esforço e compreensão da sua parte. Deixar um arranhador à sua disposição; e
  • Jogar com o seu gato. Embora os gatos não necessitem do mesmo nível de exercício que os cães, desfrutar de sessões regulares de brincadeira com o seu gato, irá oferecer-lhe o exercício físico e estimulação mental que precisa, bem como fortalecer o vínculo entre vocês.
Avaliação:
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *