28-cute-puppy

Os sintomas da dor e da doença em cães

Os proprietários de cães, ao reconhecerem os primeiros sinais e sintomas de doença ou dor nos seus cães, não só conseguem aliviar o seu sofrimento, mas também podem ser capazes de evitar uma ida mais dispendiosa ao veterinário. Não só é importante reconhecer esses sinais precoces para aliviar a dor e sofrimento, mas é também mais eficaz tratar uma doença quando esta é detetada cedo.

 

Quais são os sintomas da dor e da doença em cães?

O proprietário do cão deve manter um relato preciso e detalhado dos seus sintomas, a fim de ajudar o veterinário a diagnosticar corretamente e tratar eficazmente a doença ou condição do paciente. A maioria das patologias caninas são detectadas através de uma combinação de vários sinais e sintomas como: temperatura, frequência respiratória e cardíaca, mucosas, articulações etc. Um cachorro recém-nascido terá uma temperatura de 34,5ºC a 36ºC, a qual vai eventualmente atingir a temperatura normal do corpo adulto, de 38ºC às 4 semanas de idade.

 

Tome cuidado ao tentar medir a temperatura do seu cão e dos cachorros pois o termómetro pode se partir facilmente no recto. Também qualquer forma de excitação pode levar ao aumento da temperatura em cerca de 1-2ºC quando na realidade o cão se encontra saudável.

Se a temperatura do seu cão atinge os 39,5ºC ou menos de 35,5ºC é importante que o leve a um veterinário de imediato. Um cão adulto terá uma frequência respiratória de 15-20 respirações por minuto (dependendo de variáveis ​​como tamanho e peso) e uma frequência cardíaca de 80-120 batimentos por minuto. A frequência cardíaca do seu cão pode sentir-se colocando a mão na caixa torácica inferior, atrás do cotovelo.

Não se assuste se o batimento cardíaco do seu cão parecer irregular em comparação com a frequência cardíaca de um ser humano, é irregular em muitos cães. Pode pedir ao seu médico veterinário para verificá-la e certificar-se que está normal e também para o ensinar a ter essa perceção.

Quaisquer alterações de comportamento que não estão associadas a uma mudança na ambiente doméstico, como ciúme pela introdução de um novo animal de estimação ou de uma criança, podem ser indicação de patologia. Sinais de mudanças de comportamento podem indicar:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Fadiga;
  • Sonolência;
  • Tremores;
  • Desmaio;
  • Desequilíbrio;

 

Se o seu cão apresenta algum destes sinais, ele necessita de ser mantido sob vigilância apertada por algumas horas, ou mesmo alguns dias, até apresentar melhorias ou retornar ao estado normal.

Não tente esforçar o seu cão ou colocá-lo em qualquer situação que lhe possa causar stress. A maioria dos veterinários vai querer saber quando os sintomas apareceram pela primeira vez, se nota melhorias ou se o seu animal se encontra em pior estado do que inicialmente, e também se os sintomas são intermitentes, contínuos, ou se aumentam de frequência. Os cães que estão com dor provavelmente irão indicar que eles estão a sofrer, dando-lhe indícios a respeito de qual é a área de desconforto. Por exemplo, um cão que tem dor abdominal olha continuamente na direcção da sua barriga, morde ou lambe a área, e não vai querer deixar a sua cama. O cão pode ficar curvado, ou adoptar a “posição de oração”, que acontece quando um cão inclina os seus membros anteriores para baixo como se se estivesse a deitar, e os membros posteriores se mantém de pé, devido à dor abdominal.

Os cães podem não lhe dizer que estão a sofrer ou chorar lágrimas de verdade, mas um cão pode vocalizar a dor de uma forma diferente. Um cão que foi ferido de repente (como ser pisado) gane ou choraminga de dor. Isto também acontece quando tem algum um ferimento externo ou interno (como um órgão), e na maioria das vezes queixam-se à palpação. Lamentar-se ou vocalizar quando a dor não é provocada através da palpação pode ser indicativo de algum ferimento interno. Algumas raças de cães (como a American Pit Bull Terrier) têm um limiar de dor mais elevado e precisam de ser vigiados mais de perto à procura de sinais de dor. Raças com uma alta tolerância à dor são mais propensas a suportar a dor sem vocalização. Outra pista que nos indica dor consiste na mudança de temperamento. Um cão que está com dor pode mostrar sinais de agressão. Por favor, tenha isso em atenção antes de concluir que um cão se tornou agressivo e deixe o seu médico veterinário saber qual o tratamento correcto para esse caso. Também as fêmeas em geral (mesmo os seres humanos!) têm dias em que estão apenas de mau humor sem nenhum motivo aparente. Tome nota dos dias em que essas mudanças de humor ocorrem, bem como quaisquer alterações que as possam ter provocado.

Outros sinais em que o seu cão pode estar doente:

  • Orelhas: corrimentos; odor; comichão; crostas nas extremidades; abanar ou inclinar a cabeça ou agitação;
  • Olhos: vermelhidão, inchaço ou corrimento;
  • Nariz: corrimento nasal, nariz espessado ou com alteração da cor, duro. Tosse, espirros, vómitos ou engasgos. Falta de ar, respiração irregular ou prolongada, ofegante;
  • Evidência de parasitas nas fezes do cão, cor estranha, sangue nas fezes, ou esforço ao defecar (prisão de ventre);
  • Perda de apetite ou não beber tanta água como normalmente. Perda de peso. Cor estranha da urina, menos quantidade de urina,
  • Posição mais “esticada” do que o normal, excesso de salivação, ou simplesmente não estar com o seu comportamento habitual;
  • Mau odor da boca, orelhas, ou pele; e
  • Perda de pêlo, feridas, tumores, pêlos ou mudança de cor da pele. Morder a pele, parasitas, coçar ou lamber a pele com frequência.

 

Este artigo foi concebido para o ajudar a detectar os sinais e sintomas de dor ou doença no seu cão. Se algum destes sintomas ocorrer ao longo de um período prolongado de tempo, por favor, procure a ajuda de um médico veterinário. Esperamos que este artigo o ajude a compreender a importância de manter o seu cão sobre padrões de saúde e a importância de manter um registo preciso e detalhado para ajudar o seu médico veterinário.

Avaliação:
2 respostas
  1. Fernando Cardoso Monteiro diz:

    Olá Boa noite porfavor preciso de ajuda a minha cadela e uma pinçher anão teve uma ninhada de filhote 5 mas ha um filhote que Guine de dores esta sempre guenire porfavor preciso de ajuda obrigado

    Responder

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *