18650188770_a0739c349d.jpg

Pet Care – Como Cuidar do pelo e da pele do cão

O conhecimento sobre como cuidar do pêlo e pele de um cão ajuda os donos de animais, pois existe uma variedade de cães com diferentes tipos de pelagem.

Eles precisam de cuidados especiais e protecção contra infecções bacterianas. Normalmente, muitos donos de cães têm-nos como animais de companhia. Actividades relacionadas com o cuidado do cão dá-lhes prazer e contentamento, pois mantém-nos ocupados.

 

No entanto, a manutenção de um animal de estimação não é fácil, pois envolve a gestão adequada dos problemas de pele do cão. Existem inúmeros médicos veterinários que possuem conhecimento especializado numa variedade de raças de cães. Estes fornecem um apoio valioso na protecção canina e para as práticas preventivas de cuidados da pele. É útil ter uma consulta com o seu médico veterinário pois ele pode fornecer orientação no tratamento para alergias, intolerância ao alimento; infecções bacterianas e/ou parasitárias em cães. Além disso, eles também o auxiliam a escolher a protecção para a pele e pêlo do seu cão para mantê-lo brilhante.

 

Por que é necessário ter uma preparação apropriada para o pêlo e pele de um cão?

Muitos donos de animais não dão muita importância ao bem-estar geral dos mesmos. Eles têm uma ideia errada de que é bom manter-se o animal como ele é. Mas o facto é que a pele de um cão é frágil e susceptível. Assim, é necessário o cuidado adequado uma vez que o seu pH é diferente de um ser humano. Para isso, inúmeros produtos de cuidados para a pele canina se encontram disponíveis no mercado ou em clínicas veterinárias e podem ser implementadas.

 

Como o pêlo e pele do cão pode ser mantida por meio de produtos de cuidado canino?

Os cães precisam de produtos específicos de cuidados da pele, pois as suas necessidades de pele são muito diferentes em relação aos seres humanos. A pele de um cão é composta por glândulas sebáceas que secretam uma substância gordurosa. Ela ajuda a fortalecer o pêlo do cão e protege a sua pele. Apesar do banho diário não ser recomendado, é útil escovar o seu animal. Certifique-se de que este óleo natural não é retirado muitas vezes pois, torna o cão vulnerável à humidade, pó e a outras impurezas.

 

Dicas para cuidar do pelo e da pele do cão:

  • É essencial alimentar o seu cão com uma dieta equilibrada, como a sua pelagem requer certos nutrientes para se manter saudável, mudanças frequentes na dieta podem ser praticadas para fornecer os suplementos alimentares essenciais;
  • Escovar regularmente os cães é aconselhável, uma vez que ajuda a remover os pêlos mortos, melhora a circulação e ajuda a espalhar o óleo natural produzido pela pele;
  • Para tomar banho, a maioria dos veterinários sugerem apenas um banho por mês, de modo que a pele do cão não seque, causando irritações;
  • O uso moderado do shampoo canino mostra-se útil uma vez que contém aloe ou óleos para fornecer a humidade necessária para a pele do cão;
  • Um check-up de pele diário e regular para parasitas externos, como pulgas, carraças e insectos, é uma obrigação. Vários tratamentos por spot-on (acção local), comprimidos e sprays encontram-se disponíveis no mercado sendo que, a sua implementação é aconselhada consoante opinião do médico veterinário.
  • A inspecção periódica para corpos estranhos como plantas, espigas, praganas ajuda a evitar a irritação da pele, pêlo e erupções cutâneas de pele em cães. A administração de medicação e aplicação de antibióticos é benéfico para o tratamento de cortes ou arranhões em cães, quando aconselhada por um médico veterinário;
  • O tratamento imediato e consulta de um veterinário traz muitos benefícios para controlar patologias recorrentes relacionadas com problemas hepáticos, renais ou da glândula tiróide em cães; e
  • A prestação de cuidados e a manutenção da pele e pêlo do seu cão limpo, ajuda a ter uma melhor relação com o seu animal. Além disso, as festas, os elogios e os mimos como forma de aliciamento, ajudam a estabelecer a confiança e fortalecer o vínculo com o seu animal de estimação.

 

Avaliação:
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *